2021-10-21T00:00:00

Smurfit Kappa anuncia nova solução de aquecimento sustentável para a comunidade local

A Smurfit Kappa anunciou um novo projeto em sua fábrica de papel Nettingsdorf, Áustria, que utilizará o calor residual gerado na fábrica para ajudar a fornecer energia a uma solução de aquecimento urbano sustentável para a comunidade local de Ansfelden.

A construção da nova planta de extração de calor já está em andamento, uma joint venture com o Grupo Bioenergie. O projeto é mais um exemplo de como a Smurfit Kappa trabalha com as comunidades locais para minimizar o desperdício e encontrar usos para subprodutos.

A fábrica de papel Nettingsdorf concluiu recentemente o projeto Future Energy Plant, que investiu € 134 milhões em uma nova caldeira de recuperação de última geração para obter reduções significativas no uso de combustíveis fósseis e nas emissões de CO2.

No mais recente projeto de aquecimento urbano, até 25 megawatts de calor gerado no processo de produção serão capturados e convertidos por meio da nova planta de extração de calor. Este calor será fornecido à rede de aquecimento distrital que se conecta a 10 mil residências em Ansfelden, fornecendo uma fonte de energia sustentável e segura e demonstrando o impacto ambiental positivo da colaboração na comunidade local.

Comentando sobre o anúncio, Günter Hochrathner, CEO da Smurfit Kappa Nettingsdorf, disse: “Este projeto é outro passo importante no avanço da sustentabilidade aqui em nossa fábrica em Nettingsdorf. Capturaremos o calor residual da forma mais ecológica possível, para reduzir significativamente a descarga de calor no meio ambiente”.

“Prevemos que isso irá reduzir significativamente as emissões de CO2 do distrito vizinho em até 20mil toneladas por ano.”

A Smurfit Kappa atingiu 37,3% de redução na intensidade de emissões de CO2 em suas fábricas de papel e cartão desde 2005.

Jakob Edler, Diretor Executivo do Grupo Bioenergie, disse: “Como resultado deste projeto, alimentaremos um potencial de energia inexplorado na fábrica em Nettingsdorf. Junto com a Smurfit Kappa, seremos capazes de fornecer uma forma de energia ambientalmente correta para milhares de famílias, eliminando a necessidade de queimar combustíveis fósseis e economizando uma quantidade significativa de dióxido de carbono no processo”.

O projeto é semelhante a outro exemplo de estreita colaboração com a comunidade local em que a Smurfit Kappa usou o calor secundário de sua Fábrica de Papel Piteå para desenvolver um esquema de aquecimento urbano eficiente para os residentes locais.