Como podemos ajudá-lo hoje?

2021-05-05T00:00:00

Smurfit Kappa, primeira empresa de embalagens de cartão a anunciar o objetivo de zero emissões líquidas

A Smurfit Kappa, líder do setor de embalagens sustentáveis de papel e cartão canelado, é a primeira empresa desta indústria que trabalha para conseguir zero emissões líquidas até 2050. Um ambicioso objetivo integrado na iniciativa “Better Planet 2050”, que mede de forma quantificável o seu compromisso permanente com a sustentabilidade e se concentra nas áreas em que tem um maior impacto: o fornecimento de embalagens sustentáveis aos seus clientes, a redução do seu impacto ambiental no consumo de água, resíduos e emissões de carbono e o apoio às comunidades em que opera, promovendo a inclusão e a diversidade, assim como a saúde e a segurança

Para atingir este ambicioso objetivo, a empresa continuará a inovar em tecnologias de produção e em novos produtos, colaborando com fornecedores de maquinaria e investindo em instalações energéticas. Além disso, melhorará a sua eficiência energética e a dos recursos, ao produzir produtos de papel e otimizar a utilização de fluxos residuais de matérias-primas na produção de bioenergia. A produção de embalagens de papel é uma atividade que envolve um consumo intensivo de energia em comparação com outros setores, pelo que o esforço para atingir as zero emissões líquidas é muito maior. Algo que a empresa está disposta a assumir para conseguir atingir esta meta.  

A Smurfit Kappa está ciente dos desafios e das mudanças que devem ser feitas para enfrentar a crise das alterações climáticas e reduzir os resíduos no mundo inteiro. Um caminho que não se afigura fácil, mas que tem nas embalagens de papel um dos seus melhores aliados para o percorrer, graças à sua própria natureza reciclável, renovável e 100% biodegradável. Embalagens que ajudam as empresas a atingir as suas metas de sustentabilidade, reduzindo a sua pegada ambiental, otimizando a sua cadeia de valor e minimizando os resíduos.

Ignacio Sevillano, CEO da Smurfit Kappa Espanha | Portugal | Marrocos, garante que o “nosso compromisso com os princípios de sustentabilidade e os acordos internacionais promovidos por organismos como a União Europeia ou a ONU (a Agenda 2030 e os seus Objetivos de Desenvolvimento sustentável (ODS) ou os critérios ESG, entre outros) fizeram-nos desenvolver Better Planet 2050, uma iniciativa com que pretendemos aproveitar todo o potencial da embalagem de cartão canelado, reduzindo emissões líquidas até zero, diminuindo resíduos, apostando na reciclagem e na economia circular e gerando oportunidades para as comunidades em que nos encontramos presentes. Todos os anos publicamos as metas atingidas no nosso Relatório Anual de Sustentabilidade, auditado de forma independente pela KPMG, e trabalhamos com organismos como o Science Based Target (SBT) para certificar que estamos alinhados com os objetivos do Acordo de Paris”.

Por sua vez, Susana Amaya, Quality & Food Safety & Sustainability da Smurfit Kappa Espanha | Portugal | Marrocos, acrescenta que “na Smurfit Kappa já demonstrámos, ao longo de décadas, que somos fiéis à nossa palavra. Sempre cumprimos os objetivos de sustentabilidade a que nos propusemos e, inclusive, por diversas vezes os ultrapassamos: reduzimos as nossas emissões de CO2 em 32,9%, comparativamente a 2005, uma percentagem que esperamos venha a atingir os 55% em 2025, muito antes do objetivo definido para 2030. E trabalhamos arduamente para atingir as zero emissões líquidas em 2050, um ambicioso plano que constitui uma demonstração do nosso compromisso com o planeta”.

Ao reduzir as suas próprias emissões e fornecer soluções de embalagem otimizadas à base de papel, a Smurfit Kappa contribui para que toda a sua cadeia de valor e a dos seus clientes reduzam a sua pegada de carbono e evitem os resíduos. Deste modo, ajuda a limitar o impacto ambiental em todos os canais de venda. Um modelo de negócio circular que ajuda a integrar a sustentabilidade em cada fibra da empresa, que dá este passo em frente para liderar a mudança na indústria do papel e das embalagens sustentáveis.