2021-12-15T00:00:00

A Cruz Vermelha reconhece o trabalho da Smurfit Kappa para favorecer a inserção socioprofissional de pessoas vulneráveis

Melhorar a empregabilidade e as oportunidades laborais das pessoas em risco de exclusão é o objetivo do Plano de Emprego da Cruz Vermelha, em que a Smurfit Kappa participa de forma muito ativa em Espanha, com mulheres de diferentes idades e realidades sociais, para romper a lacuna de género existente no setor das embalagens de cartão canelado. Uma oportunidade que favorece a sua inserção socioprofissional e a igualdade entre homens e mulheres nesta indústria.

Este envolvimento e compromisso foram os motivos pelos quais a Cruz Vermelha quis galardoar a Smurfit Kappa em regiões como Andaluzia, Burgos, Catalunha, Galiza e Valência, nos Atos de Reconhecimento 2021 às Empresas colaboradoras com o seu Plano de Emprego. A empresa de embalagens sustentáveis formou 161 mulheres e já empregou 36 delas nas suas fábricas de Alicante, Alcalá, Cordovilla, Huelva, Almería, Córdoba, Quart, Vigo, Canovelles e Burgos, demonstrando, assim, que são igualmente capazes de exercer uma profissão até agora ocupada maioritariamente por homens.

Ignacio Sevillano, CEO da Smurfit Kappa em Espanha | Portugal | Marrocos, indica que “na Smurfit Kappa, abrimos uma porta a estas mulheres que nunca se voltará a fechar. Para nós, é imprescindível fomentar a integração laboral das pessoas. Sabemos que todos e cada um de nós, independentemente da nossa condição, sexo, religião ou etnia, temos algum contributo importante a dar, pelo que este tipo de iniciativas pioneiras no setor do cartão canelado nos está a ajudar a gerar importantes oportunidades laborais que ajudam a melhorar as suas vidas”. 

Margaret Santiago de Irazábal, Responsável pela Cooperação Empresarial para a Igualdade de Género da Cruz Vermelha, afirma que “esta aliança com a Smurfit Kappa tem-nos ajudado a melhorar a empregabilidade e a inserção laboral destas mulheres, promovendo a igualdade de oportunidades no emprego e contribuindo para que possam aceder a um posto de trabalho que lhes garanta um modo de vida sustentável para elas próprias e as suas famílias. Por isso valorizamos o seu compromisso através deste reconhecimento”.

Esta colaboração entre a Cruz Vermelha e a Smurfit Kappa oferece um importante valor acrescentando às mulheres mais vulneráveis que, desta forma, obtêm os conhecimentos (teóricos e práticos) de que necessitam para poder trabalhar nas fábricas da empresa no nosso país. Entre estas mulheres, encontram-se algumas que foram vítimas de violência de género ou machista, outras com dificuldades de acesso ao emprego pelas barreiras de género, maiores de 45 anos e menores de 30, e aquelas com idades compreendidas entre os 31 e os 44 anos, desempregadas de longa duração.

A Smurfit Kappa conta com a iniciativa “EveryOne, Inclusão, Diversidade e Igualdade” que procura a criação de um ambiente de trabalho ainda mais inclusivo, e que todas e cada uma das pessoas da empresa se sintam apoiadas, aceites e respeitadas no seu trabalho diário.